Museu da Moda: um breve panorama pelas vitrines dos anos 60

Todo mundo tem muito carinho pelos anos 60, afinal esse foi um período de quebra de paradigma na sociedade, através da expressão de uma rebeldia ingênua. Todo esse processo refletiu não só no pensamento, mas também no comportamento das pessoas e na moda.

Hoje o Clube de Costura te convida a fazer uma viagem no tempo e entender quais são as características que fazem a moda anos 60 ser tão histórica e, ao mesmo tempo, uma referência na atualidade.

 

Minissaia

Hoje em dia, as minissaias são peças básicas pra quem gosta de demonstrar feminilidade e  sensualidade. Aliás, você sabia que esse ícone na história da moda foi inventado pela inglesa Mary Quant, na década de 60?

 

Vestidos

Eles foram um hit dos anos 60! Além de protagonista ao representar o estilo, ainda ganharam novos modelos, como: trapézio e tubinho em linha reta.

 

Estampas

Uma das tendências mais encantadoras daquela época foram as cores e formas. Sendo assim, a moda anos 60 é repleta de poá, florais, tie dye, listras, formas geométricas e psicodélicas.

 

Biquínis

Sendo uma década de quebra de paradigmas, nos anos 60 popularizaram os trajes de banho, em especial os hot pants e o famoso top tomara que caia.

 

Franjas

Nos anos 60 também teve espaço para o melhor estilo hippie e livre. As franjas marcaram a moda, tanto na vestimenta como nos acessórios.

 

Acessórios

Com os anos 60, vieram as botas de cano alto e o sapato boneca. Essas peças até hoje fazem parte do nosso guarda-roupa.

 

Depois desse panorama pelas evoluções da moda nos anos 60, percebe-se que as tendências mudam a cada temporada, mas referências das décadas sempre serão relembradas no nosso dia a dia. O Clube de Costura agradece pelo seu tempo de leitura e te convida a acompanhar o próximo Museu da Moda sobre os anos 70. Acompanhe as nossas redes sociais e fique por dentro do nosso blog! 🙂