A indústria da moda e o seu impacto social

Nos últimos anos, a indústria da moda tem passado por uma revolução na maneira de se relacionar com o meio-ambiente, o consumo, descarte e relações de trabalho. Todas essas questões impactam diretamente quem compra, vende e produz. Além, claro, de que as mudanças se tornam cada vez mais necessárias seja para aumentar lucro.

A preocupação com a sustentabilidade de produção e mão de obra é interessante não apenas para consumidores e o meio-ambiente, as marcas também podem entrar nessa soma. Segundo o relatório Pulse of the Fashion Industry, empresas que se engajam com a responsabilidade social e ambiental provocam redução de perdas e aumento na lucratividade.

Por isso, cada vez mais as marcas apoiam práticas responsáveis, como o consumo consciente, reciclagem, desenvolvimento de tecnologias, ética nas relações de trabalho, novos modelos de negócios, novas organizações… A lista é imensa! Uma tática desta lista poder ser economizando com gastos mínimos que acabam gerando lucro e investimento em outras áreas, criando assim, uma produção sustentável. Faça um planejamento do que precisa ser investido junto com o que pode ser mudado na sua produção atualmente. E essas práticas estaram cada vez mais presentes na indústria da moda, desde facção à confecções. Afinal, esse é o melhor caminho para seres humanos estabelecerem uma relação mais saudável com o nosso planeta, responsável por nos dar os recursos que utilizamos por toda a vida.

Fique atento às marcas que você está consumindo e procure conhecer o processo de produção de cada uma delas. Faça também uma reflexão dos seus hábitos de consumo e seja mais consciente. O futuro será mais limpo com as pequenas atitudes de todos nós.

Conheça também: 3 dicas para aumentar a produtividade da sua confecção.